Nada é permanente, nada é realmente nosso
228
Visitas

Nada é permanente, nada é realmente nosso

O apego é entendido como um vínculo, um laço afetivo muito forte que determina o desenvolvimento da personalidade, a forma de nos relacionarmos com os outros e com tudo o que nos rodeia e, inclusive, a forma como nós vemos a vida. No entanto, o apego tem um inconveniente: nada é permanente, nada disso é realmente nosso.

Publicidade

dicas, comportamento, ego, apego, desapego

Links relacionados