Conheça os esportes mentais mais populares do mundo

A história dos esportes mentais está ligada a história e durante séculos ou até mesmo milênios essas modalidades passaram por ciclos de popularidade que as colocaram mais ou menos em evidência.

Mesmo com muitos anos de existência, essas modalidades nunca deixaram os holofotes e aqui será possível conhecer mais sobre esses esportes mentais que se se consagraram como os mais populares do mundo.

Xadrez recentemente passou por um novo boom de popularidade

O xadrez, esporte mental que existe há mais de 1.500 anos, passou por um grande crescimento com a chegada da série “O Gambito da Rainha”, série que só foi superada com o lançamento da recente e cheia de lições Round 6.

Conhecido no meio como “novo boom do xadrez”, esse aumento de popularidade começou em 2018 com o aumento de smartphones em computadores, notebooks e smartphones em circulação e chegou ao seu ápice em 2020 com o já mencionado lançamento de “O Gambito da Rainha”.

A série produzida pela Netflix conta com diversos bons motivos para ser assistida e desde o seu lançamento em outubro de 2020, o número de entusiastas de xadrez começou a crescer com uma velocidade impressionante.

Mais de 62 milhões de famílias assistiram a série no primeiro mês que ela esteve disponível na plataforma de streaming e os números de jogadores aumentou de maneira proporcional ao sucesso da série.

Desde março de 2020 em média 1 milhão de novos jogadores se juntava a “Chess.com”, mas somente em novembro foram registrados 2,8 milhões de novos membros nessa plataforma – um aumento de quase três vezes a média.

Esse crescimento perdurou ainda por alguns meses seguintes e o número de jogos disputados por dia na plataforma mais do que dobrou no mesmo período. Além disso, as vendas de sets de xadrez em lojas de departamento aumentaram incríveis 1100%, um número que nunca havia sido registrado em relação a essa modalidade.

Isso já seria o suficiente para atestar a popularidade internacional da modalidade, mas o fato de que também surgiram novos canais no Twitch dedicados ao xadrez, o que inclui a transmissão de competições como o evento PogChamps agregando centenas de milhares de visualizações, indicam que mesmo sem uma segunda temporada de “O Gambito da Rainha” esse esporte mental deve crescer ainda mais no futuro.

Poker tem crescido de forma constante nas últimas duas décadas

Além do xadrez, outro esporte mental que conta com um número cada vez maior de entusiastas é o poker. A modalidade Texas Hold’em é a mais popular do mundo e somente no Brasil já são mais de 10 milhões de jogadores.

Diferente do xadrez, cujo boom de popularidade é algo relativamente recente, o crescimento do poker, especialmente no Brasil, está ligado a um fluxo constante de novos entusiastas descobrindo a modalidade ao longo das últimas duas décadas.

Existem diversos fatores que são responsáveis por esse crescimento, mas é possível indicar que o principal é a popularização do poker online, que permite que qualquer pessoa jogue a qualquer hora e se tornou parte integral dos eventos ao vivo mais importantes do mundo.

Isso começou nos anos 2000 quando um torneio-satélite, ou seja, uma competição com inscrição mais em conta que permite acesso a competições oficiais para os vencedores, possibilitou que o hoje lendário Chris Moneymaker ganhasse o campeonato mundial da modalidade.

Desde então a conexão entre torneios online e ao vivo só aumentou e atualmente praticamente todas as competições oficiais desse esporte mental contam com uma parcela significativa de suas inscrições, que as vezes podem chegar a milhares de dólares, atreladas a torneios-satélite realizados na internet.

Isso possibilitou que um número gigantesco de entusiastas tenha a possibilidade de participar de competições com prêmios milionários com inscrições muito baixas ou até mesmo gratuitas, um fato que fez com que o poker chegasse a mais de 100 milhões de entusiastas ao redor do mundo, com 60 milhões nos EUA e os já mencionados 10 milhões no Brasil.  

Outros esportes mentais também são muito populares

Além do xadrez e do poker, muitos outros esportes mentais também contam com um número significativo de entusiastas espalhados ao redor do mundo. Um dos principais que devem ser mencionados é o Go, esporte mental asiático milenar que até hoje conta com milhões de jogadores com direito até mesmo a um mangá muito popular.

7 situações embaraçosas dos astros do cinema. A 6ª é pra deixar qualquer um vermelho

Confira nossa lista com as situações mais embaraçosas, pelas quais os astros do cinema já tiveram que passar por trás das câmeras.

São poucas as pessoas que podem bater no peito com orgulho, e dizer que nunca passaram por situações embaraçosas em algum momento de suas vidas.

A maioria dos astros de Hollywood, com certeza já viveu, ou irá viver esse tipo de constrangimento, e provavelmente o incidente será bastante disseminado pelos veículos de comunicação e nas mídias sociais.

Nos dias de hoje, com a invasão das plataformas de streaming no mercado, o acesso às grandes produções do cinema se tornou bem mais fácil do que era antes, mas o público nem sempre fica por dentro do que realmente acontece nos sets de filmagem, por trás das câmeras.

Trabalhar com atores pode ser bastante difícil, por conta da sensibilidade e do empenho extremo que eles dedicam ao seu trabalho. Contudo, vale lembrar que o próprio temperamento de algumas dessas personalidades, nem sempre é dos melhores.

Também existem aqueles desastrados, que acabam protagonizando momentos icônicos, que se tornam grandes pérolas, e até mesmo “manchas” em suas carreiras, bem difíceis de serem esquecidas pelo público.

Por isso fizemos uma coletânea com 7 situações embaraçosas, pelas quais os astros do cinema já passaram nos sets de filmagem. Fica por sua conta, escolher qual delas é a pior, mas já te avisamos que a 6ª, é pra deixar qualquer um vermelho de vergonha.

1 – A “bola fora” de Megan Fox

megan fox

A atriz Megan Fox é famosa por não ter papas na língua, e em uma entrevista coletiva para o lançamento oficial do longa “Transformers: A Vingança dos Derrotados”, ela fez questão de dizer que o filme “era para garotos”, e que não deveria ser levado tão a sério.

E como se fosse pouco esse tipo de atitude na divulgação do próprio filme em que atuou, ela ainda mandou essa pérola sobre o diretor Michael Bay:

“Putz, eu queria falar tudo… Ele é como um Napoleão e quer construir essa reputação insana de alucinado. Ele quer ser como um Hitler no set, e consegue. É um pesadelo trabalhar com ele, mas quando você consegue tirar ele do set, e ele não está no ‘modo diretor’, eu meio que gosto da personalidade dele, porque ele é esquisito. Não tem habilidade nenhuma, socialmente… Ele é vulnerável e frágil na vida real, depois vira um tirano no set.”

É óbvio que em um primeiro momento, Michael Bay não gostou nem um pouco dessas declarações da atriz e o clima do local ficou extremamente constrangedor.

Contudo, o diretor parece não ter levado o comentário muito a sério, pois mesmo assim, os dois ainda trabalharam juntos em “As Tartarugas Ninja: Fora das Sombras” de 2016, onde a atriz interpreta a personagem AprilO’Neil.

2 – Anne Hathaway ficou nua por engano

Anne Hathaway deveria filmar nua em em uma cena do filme “O Amor e Outras Drogas”, que foi lançado em 2010. Então, ela se despiu e começou a atuar normalmente, demorando pouco tempo para perceber, que na verdade se tratava apenas de um ensaio.

Particularmente neste filme, a atriz tem vários momentos picantes ao lado do ator JakeGyllenhaal, mas dessa vez acabou ficando totalmente nua no set de filmagem, mesmo sem necessidade.

“Estávamos filmando a cena na qual eu tirava a roupa. Pensei que já estavam filmando, mas na verdade estávamos ensaiando e eu fiquei nua desnecessariamente na frente de várias pessoas. Mas a parte boa é que eu só estava fazendo meu trabalho.”

Anne Hathaway também disse que não se sentiu constrangida, pois já havia contracenado com comJakeGyllenhaal, em “O segredo de Brokeback Mountain” de 2005, e que nunca teve problemas em passar por situações embaraçosas como essa.

No filme “Um Dia” (2011), por exemplo, ela contou que teve mais dificuldades para conseguir fazer o sotaque britânico, do que para tirar as roupas em frente às câmeras, devido a ter mais experiência com cenas de nudez, do que com personagens britânicos.

3 – O chilique de Christian Bale

christian bale

Christian Bale se queimou bastante por ter perdido a compostura quando um membro da equipe passou pelo seu campo de visão, e o distraiu durante uma cena intensa do filme “O Exterminador do Futuro: A Salvação” de 2009.

O ator ficou vermelho de raiva e gritou insanamente com o diretor de fotografia do longa, ShaneHurlbut, pois ele teria atrapalhado sua performance ao andar pelo set.

O incidente foi gravado em áudio, onde Christian Bale pode ser ouvido aos berros, xingando Shane e dizendo que ele não sabia trabalhar com atores. Esse chilique foi divulgado na mídia e arranhou a imagem do ator em Hollywood.

Por sua vez, ShaneHurlbut declarou que toda essa confusão começou, pois ele estava apenas conferindo as luzes e fazendo os últimos ajustes de ângulo das câmeras. Contudo, acabou vivendo uma daquelas situações embaraçosas que ninguém merece.

Constrangido, Bale emitiu um pedido de desculpas em um programa de rádio, dizendo que exagerou um pouco em sua reação, e que só havia se estressado porque se importava muito com a qualidade do filme.

4 – A personalidade de Russell Crowe

russel crowe

Russell Crowe é um velho conhecido dos entrevistadores, por ter opiniões fortes, e não se importar nem um pouco com a opinião das outras pessoas.

Ele é famoso por seu temperamento rústico e a pouca paciência para lidar com a imprensa em geral, protagonizando momentos de grosseria e aversão a paparazzis, que lhe renderam o status de antipático, e diversas situações embaraçosas.

Sua fama de ser desagradável é tão disseminada, que até o desenho “South Park” destacou a personalidade do ator no episódio “Fightin’ Aroundthe World”, onde Russell Crowe luta contra diversos fãs e espectadores aleatoriamente.

Além da violência gratuita, a aventura também traz um elemento musical, onde o ator canta músicas tão terríveis, que Tugger acaba tentando se suicidar.

Independente de seu comportamento nos bastidores, é impossível não admitir a sua excelência nas telonas. Todos os filmes em que ele trabalha são impecáveis e sua dedicação aos papéis, pode ser notada em cada uma das cenas.

5 – Jennifer Lawrence fez xixi nas calças

Por conta das gravações de “Jogos Vorazes”, lançado em 2012 , os atores Jennifer Lawrence, Liam Hemsworth e Josh Hutcherson conviveram bastante tempo juntos, e obviamente, acabaram criando uma relação de intimidade.

Os atores são melhores amigos e constantemente fazem diversas brincadeiras um com o outro, quando trabalham juntos. Mas há quem diga, que dessa vez a piada foi um pouco longe demais e tornou-se uma daquelas situações embaraçosas além da conta.

Liam Hemsworth colocou um boneco que simulava uma pessoa morta no trailer de Jennifer Lawrence, e quando ela se deparou com o “corpo”, ficou com tanto medo que molhou as calças.

Durante a divulgação do longa-metragem em Berlim, na Alemanha, Liam Hemsworth brincou:

“Eu peguei um cadáver de mentirinha e coloquei no banheiro do trailer dela e ela fez xixi nas calças de verdade. É isso que eu chamo de sucesso!”

Jennifer Lawrence, que não aceita desaforo de ninguém, acrescentou:

“Aí eu chutei as têmporas dele e causei uma concussão!”. Como não amar, gente?! “

“Jogos Vorazes” ultrapassou a marca de 600 milhões de dólares na bilheteria global. No Brasil, estreou com um público de 481 mil pessoas em seu primeiro fim de semana e, ao todo, atraiu 1,9 milhão de espectadores.

Todos os filmes foram sucessos de público de crítica, com a franquia atingindo cerca de US$2,968 bilhões em faturamento, sendo a vigésima série na lista de maiores receitas da história.

6 – A primeira cena íntima de Christopher Mintz-Plasse

christopher mintz plasse

Christopher Mintz-Plasse teve sua primeira grande chance de um bom papel no cinema, interpretando o personagem McLovin na comédia “Superbad: É Hoje“, lançada em 2007. Mas o filme incluía também, sua primeira cena de sexo com uma garota.

A supervisão dos pais acompanhando as gravações era exigida por lei, pois ele tinha apenas 17 anos na época, então sua mãe teve que assistir toda sua performance, em uma daquelas situações embaraçosas que ninguém deseja passar.

“Porque eu tinha 17 anos”, disse Mintz-Plasse. “Lei idiota. Eu fiquei lá sentado e entediado esperando minha mãe dirigir até o set. Ela chegou lá e eu simulei uma relação sexual na frente dela.”

Contudo, “Superbad: É Hoje” foi responsável por lançar Christopher Mintz-Plassepara  Hollywood em grande estilo. Ele mesmo diz que a fama repentina alcançada com o sucesso do longa, não foi algo fácil de lidar.

Em entrevistas, o ator revelou que demorou bastante para se adaptar à vida de celebridade. O filme faturou US$ 170,8 milhões nas bilheterias internacionais, com um orçamento de meros US$ 20 milhões.

Logo depois, Mintz-Plasse conquistou outro papel de destaque em sua carreira, como o Chris D’Amico/The Motherfucker, na franquia “Kick-Ass”, além de uma ponta em “Bela Vingança”, filme que recebeu cinco indicações ao Oscar.

7 – Tom Felton levando doces escondido para o set

As peripécias de Tom Felton levando doce às escondidas para as filmagens de “Harry Potter“, obrigou os figurinistas a costurarem todos os bolsos dos estudantes, a partir de “O Prisioneiro de Azkaban” de 2004, o terceiro filme da franquia.

“As capas tinham bolsos enormes. Dizem que eles foram costurados depois do terceiro filme porque eu levava comida e bebida às escondidas para o set. Gostaria de esclarecer isso porque… é totalmente VERDADE… Acho que as outras crianças começaram a fazer o mesmo. Os figurinistas enfiavam as mãos e encontravam chocolate e doces.”

Curiosamente, Tom Felton fez o teste para interpretar o personagem Harry Potter, mas o perdeu para Daniel Radcliffe. Então ele tentou Ronald Weasley, também não obtendo sucesso, e perdendo para Rupert Grint.

O ator acabou conseguindo o papel de Draco Malfoy, pois a própria J. K. Rowling tinha assistido “Anna e o Rei” de 1999, e dito que ele seria perfeito para interpretar Draco Malfoy no cinema.

Em 2010, Felton ganhou o prêmio de “Melhor Vilão” por sua performance em “Harry Potter e o enigma do Príncipe”, no MTV MovieAwards. No ano seguinte, voltou a vencer nessa categoria da premiação, por “Harry Potter e as relíquias da Morte- Parte I”.

 

 

 

Razões pelas quais deverá tentar ganhar o jackpot

Existem ansiedades que nem os jogos acalmam e adrenalinas que fazem transbordar nos casinos, onde os olhares estão constantemente em expectativa diante a uma máquina de caça-níqueis ou roletas. As chamativas máquinas, bolas ou carretéis, a voz do croupier tomam sua total atenção. Essas são algumas das sensações que fazem com que tantos jogadores sejam amantes dos cassinos e ocorre quase sempre devido ao sonho de muitos usuários de receber o grande prêmio, o almejado jackpot.

jackpot

O jackpot é um bote no qual se acumula uma grande quantidade de dinheiro. Sendo um prêmio especial e que todos os jogadores desejam, especialmente aqueles que jogam com muita frequência com o objetivo de obter essa suma de dinheiro. Essa é uma recompensa maior do que as que costumam ser oferecidas pelos slots. Por isso é comum encontrar caça-níqueis desse estilo em muitos cassinos. Inclusive é possível ver em outros jogos como jackpots de roleta eletrônica, bingo ou poker.

Para ganhar um prêmio na roleta ou no slot, é necessário ter paciência e sorte, pois não existe nenhum truco seguro que funcione para esses momentos. Isso porque o jogo depende exclusivamente da forte. Existem muitas pessoas com métodos próprios para maximizar suas chances. Alguns recomendam apostar grande quantia de dinheiro e em muitas linhas de pagamento ao mesmo tempo. Mas nada disso está comprovado completamente.

A única verdade nesses casos é que quantas vezes mais tente, maior possibilidade terá. Também é correto que em cada caça-níquel seja necessário obedecer certas regras como jogar com quantidades específicas. Pensando nisso, a seguir te daremos alguns motivos para tentar ganhar o sonhado jackpot.

  • A razão principal para jogar nas caças-níqueis com jackpot progressivo é claramente o bote acumulado. Em vários casos, existem múltiplos prêmios acumulados online, o que significa que oferece várias possibilidades de ganhar independente da ação dos carretéis principais, chegando inclusive a jackpots milionários tornando bastante atrativo.
  • Os jackpots nas caça-níqueis são geralmente grandes prêmios que são dados ao modo de azar, com a tecnologia do gerador de números aleatórios que garante o funcionamento aleatório de cada giro dos carretéis.
  • Com as slots regulares, em um único giro ganhador o prêmio pode equivaler a uma grande soma, ou seja, com um giro da sorte é possível transformar a vida de qualquer pessoa em questões de minutos. Somente necessitando de uma combinação nos carretéis para obter o prêmio maior que pode ser acumulado. E ainda que essa possibilidade de em um único prêmio um jackpot ptogressivo em um só giro são mínimas, porém são possíveis.

Como é possível de observar, as cacas-niqueis são as máquinas que oferecem os jogos mais emocionantes, com o potencial de ganhar facilmente quando a sorte está acompanhada. Mas quando existem milhões para ganhar, a adrenalina faz com que cada giro seja um ponto de esperança. Especialmente em slots no qual os jackpot é definido à medida que se alinham os símbolos, ver aparecendo cada carretel girando rápido e logo perdendo a velocidade faz com que várias emoções sejam despertadas nos jogadores.

Está procurando um fone gamer? Veja dicas para a escolha

fone gamer

 

O setor dos periféricos gamers tem ganhado cada vez mais adeptos, e dentre os acessórios mais procurados estão os headsets. No Brasil, há diversas marcas com produtos de boa qualidade, variando entre Razer, Redragon, HyperX, Turtle Beach, Multilaser, entre outros.

Mas além da marca, é preciso se preocupar com quais recursos e características cada um dos fones disponíveis no mercado oferece. Ademais, ao escolher um novo headset, devemos considerar em qual plataforma ele será utilizado, como celular, PC ou consoles, já que pode acontecer dos acessórios não serem compatíveis com os equipamentos. Então, confira a seguir algumas dicas sobre como escolher seu headset com um bom custo benefício, e que irá atender às suas necessidades e caberão no seu bolso.

1 – Com ou sem fio?

Na maioria das vezes, escolher entre utilizar ou não um cabo é uma preferência pessoal. As versões de fones sem fio tendem a ser mais versáteis, garantindo ao usuário uma maior liberdade de movimentos, porém, em contrapartida são dependentes de uma bateria, e em alguns casos podem requerer uma conexão de um dongle num console ou PC. Já os headsets com cabo apresentam algumas vantagens, geralmente eles são um pouco mais baratos, e também não há preocupações em relação à bateria. Além disso, a conexão P2 é universal, ou seja, a maioria dos dispositivos são equipados com elas.

 

 2 – Vale a pena investir no áudio 7.1?

A novidade no setor dos fones é o som em 7.1 canais, que pode ser referenciado como surround ou som 3D. Com esse recurso, o headset pode simular um som direcional, dessa forma, enquanto alguém está jogando, ele escutará um som vindo de diferentes posições, como um inimigo caminhando atrás do seu personagem, o rolar de um dado ou o barulho de um monstro que está à espreita. Essa ferramenta é bastante apreciada nos FPS (Tiro em primeira pessoa), mas também cumpre uma importante função em jogos que simulam a realidade. Alguns exemplos são os títulos encontrados nas casas de apostas com bônus, que apresenta vários jogos clássicos dos cassinos, simulando perfeitamente a atmosfera luxuosa e inebriante desses estabelecimentos de jogatina, que podem ser melhor percebidas através do surround.

Porém, você deve ficar atento. Afinal, mesmo seu fone contendo essa tecnologia, talvez nem a plataforma e nem o game que você esteja jogando ofereça suporte para este recurso. Os consoles mais atuais, em sua maioria contêm suporte ao som tridimensional, sendo que o PS5 promete que o áudio 3D funciona em qualquer fone para games em sua plataforma.

 

3 – Earbud ou headset?

 

Os earbuds ou intra-auriculares são aqueles fones compactos que ficaram bastante conhecidos com o lançamento dos AirPods ou Galaxy Buds, e podem ter ou não ponteiras, que ajudam a fixá-lo melhor ao ouvido. Esses modelos são bem simples e as conexões via bluetooth têm se popularizado cada vez mais. Seus principais chamarizes são a mobilidade e a descrição que proporcionam, sendo ideias para utilizar no celular. Enquanto isso, os headsets mais robustos tendem a ser mais confortáveis, e ao cobrir toda a orelha do usuário oferecem uma experiência sonora de maior qualidade, porém o design robusto pode ser um problema para quem o utiliza fora de casa, sendo ideais para o PC.

 

4 – Materiais que compõem o produto

 

Uma sessão de jogatina pode durar horas, então você deve ter um cuidado especial com o conforto quando for escolher seu fone. Em geral, o usuário não pode provar o produto antes de comprá-lo, porém, é muito fácil acompanhar reviews de outras pessoas que já adquiriram esse produto.

Os headsets ajustáveis em sua maioria são mais confortáveis, já que você pode ajustá-los de acordo com sua preferência. Outro ponto para ficar de olho é o peso do periférico, assim como os materiais de produção. Por conta disso, os aparelhos com alças metálicas, conchas revestidas, e almofadas que têm uma maior resistência ao suor e são facilmente substituíveis são boas opções.

4 grandes curiosidades que estão nas raízes dos jogos eletrônicos

Confira quais são os quatro fatos pioneiros mais curiosos do mundo dos jogos.

chapeu do super mario

O amor pelos jogos sempre esteve presente na história da humanidade. Quem adentrar pela história da origem dos jogos e brinquedos mais antigos certamente se deparará com algumas dificuldades, dentre elas a falta de registros e a pobreza de informações como a da própria compreensão sobre o significado de alguns termos antigos. No entanto, é notório que os jogos de um modo geral possuem uma significativa contribuição, não só cultural, mas também no processo de socialização dos seres humanos.

Etimologicamente, o termo jogo advém do latim ludus, ludere, que designava movimentos rápidos, mas referia-se também à representação cênica, aos ritos de iniciação e aos jogos propriamente ditos. Independentemente de ter tantos significados e aplicações em diferentes contextos, os jogos sempre foram uma forma muito eficiente de se juntar pessoas.

O avanço da tecnologia foi fundamental para melhorar ainda mais a interação entre os jogadores. Com a criação dos jogos online, é possível jogar com pessoas localizadas em qualquer parte do mundo. As ramificações de serviços que contemplam estes jogos estão entre site de Stream, como a Twitch, de apostas esportivas em jogos de esportes reais, como o casino.netbet.com, e uma infinidade de jogos pode ser acessada por valores irrisórios, hoje em dia, no Xbox Game Pass, por exemplo.

Abaixo listamos as 4 grandes curiosidades que estão enraizadas, lá no começo do mundo dos jogos eletrônicos, confira:

  1. O Primeiro Jogo Competitivo

Hoje, alguns dos jogos mais populares do mundo são competitivos, isto é, os jogadores se desafiam entre si. O primeiro jogo eletrônico que permitiu isso se chamava Tennis for Two (Tênis para dois) e sua história é curiosa. Originalmente um equipamento militar para medir a trajetória de projéteis, o físico William Higinbotham achou que podia brincar com isso de outra maneira. Assim, apresentou seu simulador de tênis na exibição anual do laboratório em que trabalhava. Claramente foi a atração mais popular dessa exibição de 1958.

  1. Pac Man foi Inspirado em Uma Pizza

Todo mundo já percebeu que a figura do Pac Man, o Come-come, se parece com uma pizza sem um pedaço. No entanto, o que pouca gente sabe é que ele realmente foi inspirado nisso. O designer Toru Iwatani conta que durante a produção do jogo, estavam com dificuldades para criar o personagem principal. A grande ideia veio exatamente durante um jantar em que todos estavam comendo pizza e Iwatani olhou para a forma redonda com “boquinha” na mesa.

  1. A Primeira Campanha Política em Massa

Durante as eleições presidenciais de 2008, Barack Obama decidiu usar dos jogos para lançar sua campanha. Ele comprou espaço de propagandas em 18 títulos para mostrar seu slogan “Vote for Change” em jogos como Burnout Paradise, Skate, Madden e NASCAR.

  1. A História do Chapéu do Mario

Mario é um dos personagens mais conhecidos dos videogames. Curiosamente, sua primeira aparição não é em um jogo com seu nome. Aliás, Mario nem tinha nome nessa época; era apenas Jumpman (homem-pulo) no jogo Donkey Kong de 1981. Seu chapéu, hoje uma de suas marcas registradas, foi criado para simplificar o personagem, já que animar seu cabelo consumiria memória que o jogo não possuía.